Não julgueis para não ser julgado

salario-juiz-leigo

Esses dias no ônibus vi uma pulseira no braço de um rapaz e já fui pensando besteira. Que coisa mais clichê de se pensar. E se ele apenas gostasse da combinação daquelas três cores, o que eu tinha a ver com isso, desci no ponto me dando bronca mentalmente por julgar alguém que vi apenas por alguns segundo.

E dois dias depois foi a minha vez de ser julgada. Dessa vez não por uma roupa ou acessório que eu estivesse usando, e sim, porque não bebo e não fumo. Oi? Vivemos num mundo tão louco onde pessoas são julgador por fazer ou por NÃO fazer algo que determinadas pessoas acreditem ser ‘normal’. Lembrei do rapaz do bus e me senti mal novamente.

Sinto saudades dos tempos que era inocente e não via maldade em pequenos detalhes. Vou me policiar bem mais a partir de agora e torço que você também faça o mesmo. O mundo já tá cheio de críticos que não acrescentam nada a sociedade.

 

Beijinhos

Anúncios

Compartilhe sua ideia comigo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s